Resenha: You Are My Destiny - dorama


Olá diamantes!
A resenha de hoje é sobre o dorama You Are My Destiny (2020). Sei que este drama é um remake e há várias outras versões dele, mas não assisti nenhuma, então não posso comparar e dizer se todos possuem exatamente o mesmo enredo.
Antes de começar, gostaria de esclarecer que esta é apenas a minha opinião/visão da série e certamente há muitas pessoas que podem discordar totalmente e achar o enredo muito agradável.




Atenção 👉 Pode conter spoilers. 👈

Título: You are My Destiny
Episódios: 36
Duração: 45 min cada
Ano: 2020
Onde Encontrar: Viki

Sinopse: Uma jovem editora de arte chamada Chen Jia Xin (Liang Jie) embarca em um navio de cruzeiro com destino à Hungria. A bordo, ela acaba conhecendo Wang Xi Yi (Xing Zhao Lin), um jovem elegante e intelectual – mas um pouco imaturo – que, aliás, é o herdeiro de um império empresarial de bilhões de dólares. Os dois são unidos pela paixão e – dominados pela emoção – decidem impulsivamente se casar. Logo em seguida, Chen Jia Xin descobre que está grávida, e os recém-casados começam a sonhar com a felicidade de formar uma família. Mas há complicações… e quando fica claro que eles não poderão ser pais, o sofrimento acaba sendo maior do que Chen Jia Xin e Wang Xi Yi são capazes de suportar. Wang Xi Yi retorna para os negócios da família, e Chen Jia Xin permanece na Hungria, onde começa lentamente a manifestar uma paixão pela cerâmica. 


Trailer:

O início do drama foi interessante, me diverti bastante com a forma que tudo ia transcorrendo. Porém, logo depois parece que algo na execução do show deu errado e tudo começou a ser cansativo e sem noção.
Quanto aos personagens, confesso que a Ana do início me fez torcer por ela só um pouquinho, mas depois ela cometeu vários erros e no fim percebemos que foi tudo motivado por seus traumas da infância, ela era sem dúvidas muito dependente afetivamente do Xiyi. Achei inclusive que isto foi pouco explorado, deixando o telespectador perdido entre gostar da personagem ou vê-la como vilã.
O Dylan começa como um personagem interessante e relevante, gosto de como a história dele é desenvolvida no começo da série e como ele parece um amigo fiel a Chen Jiaxin. Ao longo do drama, entretanto, ele passa a fazer figuração em uma tentativa de triangulo amoroso muito mal planejada/executada.


Chen Jiaxin foi irritante do começo ao fim. No início temos uma garota completamente ingênua e retraída. Tudo bem ela ser tímida, por exemplo, mas ela parece uma criançona em diversos momentos, fora que ela mesmo se prejudica o tempo todo por colocar os outros sempre como prioridade. Na segunda parte da trama, três anos se passaram, a história tenta colocá-la como a garota forte, mas não é bem assim. Ela vai de uma pessoa super preocupada com a felicidade de todo mundo a uma garotinha egoísta e que foge ao menor sinal de que tem de enfrentar algum problema.
A mocinha da trama magoa até mesmo a melhor amiga ao sumir por três anos, pasmem, sem sequer se despedir! Apesar de isso ter sido pouco explorado e termos visto apenas um deslumbre de como Siqi se sentiu com as atitudes dela, fica claro que ela está magoada. Se eu fosse Siqi, nunca a teria perdoado.
A piora no enredo ocorre quando fica óbvio que o problema que separa o casal principal pode ser resolvido rapidamente apenas com a comunicação adequada! Parece-me que o criador do enredo queria que eles se afastassem, mas não estava muito criativo no momento e colocou algo ridiculamente idiota.
Vejam bem, ela não queria escutar o marido, mas até a melhor amiga sabia e não lhe foi dada a chance esclarecer o mal-entendido ocorrido. Prefiro acreditar que qualquer mulher exigiria saber o motivo do cara dizer uma coisa enquanto faz outra, ao invés de excluir todo mundo e recusar-se a ouvir qualquer um falar sobre o assunto.
Por outro lado, Xiyi é muito rude no começo e indeciso ao extremo, ele tem medo demais de magoar a ex-namorada e por este motivo leva tempo demais para se desvincular dela. Torna-se quase impossível simpatizar com ele durante boa parte da série.
Desse modo, faz sentido que Chen Jiaxin o odeie pelo engano dos papéis do divórcio, mas é totalmente incompreensível que ela o culpe pelo seu aborto. Ela foi egoísta e agiu como se a perda do filho somente a afetasse, sem nunca considerar Xiyi ou seus sentimentos.



Em compensação Anson e Siqi são um sopro de ar fresco em meio a uma história perdida e muitas vezes entediante. O casal secundário da trama é realmente leve, divertido e carismático, infinitamente melhor do que o principal.
Vovó e os demais personagens da família de Wang Xiyi são absolutamente amáveis, gostaria de ter visto mais deles.

A realidade é que o drama poderia ter muitos episódios a menos. Ao longo de uns 10 episódios extenuantes vemos Xiyi tentando reconquistar Chen Jiaxin, os quais eu pulei algumas partes porque se arrastavam e tudo parecia tão patético. Por fim, na cena no quarto do pequeno Ximi, quando Chen Jiaxin descobre tudo o que Xiyi fez por ela e todos os que ela ama, mas ainda assim decide ir embora é simplesmente lamentável. Nesse momento fica nítido que não há amor da parte dela. A sequência é apenas um final absurdamente rápido e insatisfatório.

E aí, já assistiram esse drama? Me conta nos comentários o que achou.

6 comentários

  1. Depois desse resumo vou desistir de assitir já vi q tem muita enrolação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não desista, esse dorama é apaixonante. Assista!

      Excluir
  2. Estava gostando mais Agora não estou mais, está muito chato

    ResponderExcluir
  3. Você colocou em palavras tudo que senti assistindo esse dorama, um dos piores que ja vi, maior perda de tempo!!1

    ResponderExcluir
  4. Vc colocou exatamente o meu sentimento ao assistir esse dorama ,uma tristeza total .

    ResponderExcluir
  5. Eu assisti do comeco ao fim,amei o drama,mas como vc disse poderia ter sido reduzido. Enrolou mt msm. Mas assim msm eu gostei mt. Realmente ela foi egoista. Chorei horrores principalmente na parte q eles estao no hospital qnd ele tm q decidir em assinar os paeis para a cirurgia. So q como vc disse o autor enrolou demais

    ResponderExcluir